quinta-feira, 16 de junho de 2011

Anarco-capitalismo

0 comentários
 

Anarco-capitalismo (também conhecido como "anarquismo de mercado") é uma filosofia política libertária e anarquista que defende a eliminação do Estado em favor da soberania individual num mercado livre. O termo foi criado pelo economista Murray Rothbard. Numa sociedade anarco-capitalista, a aplicação da lei, os tribunais, e todos os outros serviços de segurança seriam prestados por agências de defesa privadas voluntariamente financiadas, e não através da aplicação de taxas e impostos. Segundo os anarco-capitalistas, as actividades pessoais e económicas seriam reguladas pelas leis naturais do mercado e através de leis privadas em vez de políticas.
Os anarco-capitalistas defendem uma sociedade baseada no comércio livre de propriedade privada e serviços (incluindo dinheiro, bens consumíveis, terra e bens capitais) de forma a maximizar a liberdade e a prosperidade individual. No entanto, também reconhecem a caridade e os compromissos comunitários como parte da mesma ética voluntária.
Os anarco-capitalistas vêem o capitalismo de livre mercado como a base para uma sociedade livre e próspera. Murray Rothbard descreve a diferença entre o capitalismo de livre mercado e o "capitalismo de estado" como a diferença entre "a troca pacífica e voluntária" e a parceria entre empresas e governo que subvertem o mercado livre. Assim, rejeitam o Estado, baseados na ideia de que os estados são entidades agressivas que roubam a propriedade (através de impostos e expropriações), representam um monopólio do uso da força, usam os seus poderes coercivos para beneficiar alguns negócios e empresas em detrimento de outros, criam monopólios, restringem o comércio, restringem liberdades pessoais através de leis da droga, escolaridade obrigatória, recrutamento, leis de alimentação e moralidade, etc.

Sem comentários:

Enviar um comentário

 
© 2013. Design by Main-Blogger - Blogger Template and Blogging Stuff