sábado, 17 de setembro de 2011

A História em revista

0 comentários
 


Perante a quase ausência de revistas de divulgação histórica nacionais, há disponíveis no mercado português vários títulos estrangeiros, principalmente oriundos da Europa, mas também alguns provenientes do continente americano. No entanto, a francesa “La Nouvelle Revue d’Histoire” (67 páginas, 7,90 euros) destaca-se claramente, tanto pela sua alta qualidade, no geral, como pelo elevado nível de análise e dos seus colaboradores, bem como pela actualidade e pertinência dos temas abordados e, ainda, pelo seu grafismo simples mas atractivo, com uma bela e útil ilustração dos artigos. É um privilégio podê-la encontrar nas bancas portuguesas desde o início de 2007. Tem periodicidade bimestral, publicando também semestralmente um número especial monotemático, com a mesma dimensão e preço.

É dirigida pelo historiador Dominique Venner, autor de inúmeros livros que versam temas tão variados como as armas, a Europa, a Resistência, a Colaboração, o fascismo alemão, a guerra civil russa, o terrorismo, entre outros. Da sua ampla bibliografia, apenas uma obra foi até agora publicado em português. Trata-se de “O Século de 1914. Utopias, Guerras e Revoluções na Europa do Século XX”, editado pela Civilização Editora, em 2009, com tradução de Miguel Freitas da Costa. Uma síntese formidável para melhor compreender o século passado e perceber a actual situação da Europa.

Numa entrevista de apresentação da revista, Venner afirmou que o objectivo principal da “NRH” é dar uma outra visão da História, ao contrário da interpretação que domina actualmente o ensino e os ‘media’, que têm uma visão puramente maniqueísta entre os bons e os maus. Para tal, conta com uma equipa de especialistas permanentes, dos quais se destacam o historiador Philippe Conrad, o medievalista Jacques Heers, o contemporanista François-Georges Dreyfus, o africanista Bernard Lugan, o geopolitólogo Aymeric Chauprade, o cronista Péroncel-Hugoz, entre tantos outros.

O n.º 56, relativo aos meses de Setembro e Outubro, disponível nas bancas nacionais, tem como tema central “O imprevisto na História” e oferece um excelente dossier com vários artigos de Dominique Venner, Yann Le Bohec, Bartolomé Bennassar, Jean-François Gautier, Philippe Conrad, Jean Kappel, Jean des Cars e Pascal Gauchon. Destaque ainda para os artigos “As fontes históricas de Tintin”, de Francis Bergeron, “França e Alemanha: economias comparadas”, de François-George Dreyfus,e “O choque da potência americana”, de Aymeric Chauprade. Para além disso, podemos também ler três entrevistas. A primeira com Paul Gottfried, sobre “as metamorfoses do conservadorismo americano”, a segunda com Pascal Gauchon, sobre “o ensino, a história e a geoeconomia”, e por fim uma com o director da revista sobre o seu novo livro, “Le choc de l'histoire”, no qual afirma que “a França e a Europa entraram numa época inédita”. Como sempre, há ainda outros artigos e as secções habituais de actualidade e crítica de livros. Uma referência na divulgação histórica.

Sem comentários:

Enviar um comentário

 
© 2013. Design by Main-Blogger - Blogger Template and Blogging Stuff