segunda-feira, 11 de abril de 2011

Recusa e dádiva

0 comentários
 

"A Juventude é lealdade e claridade, alegria, confiança. Por isso ela não teme ser apaixonada e dizer, em alta voz de bom timbre, as verdades puras e luminosas, dizê-las vibrantemente ou de modo risonho, dizê-las como o saudável e agreste e ingénuo florescer das montanhas, como o implacável jorrar das fontes. A juventude é insolente, derruba os acomodamentos ou os disfarces. Ela só sabe o que deve à sua função de criar e renovar. E assim ela bem sabe que se deve ao que nos livra da estaticidade, da mesquinhez e do egoísmo. A Juventude é recusa e dádiva. Recusa a compromissos dúbios e facilitadores, a comodismos e a auto-suficiência ou auto-satisfação, recusa à separação e à mediania. E é dádiva: ao que nos transcende, ao que nos realiza, ao que é belo e verdadeiro e justo e ascendente; é dádiva à acção e ao amor, ao ideal e à claridade, à luta e à insatisfação, à amizade e à comunidade. A Juventude é criação perpétua."

Goulart Nogueira

Sem comentários:

Enviar um comentário

 
© 2013. Design by Main-Blogger - Blogger Template and Blogging Stuff