sábado, 8 de janeiro de 2011

Portugal não pereceu!

1 comentários
 

"À hora em que a nau Portugal crivadinha de rombos (e de roubos), voga aí à deriva sobre um mar de saliva altamente encapelado, e em mares de saliva submerge, está claro de ver que a única alternativa em aberto — que, desde agora, se oferece aos sobreviventes, que somos, do grande naufrágio que se deu com Portugal — consistirá em nos fundarmos, de novo, como Nação soberana, e em nos erigirmos, novamente, como Povo, às culminância do que nos está cometido empreender ainda."

Rodrigo Emílio

1 comentário:

  1. Gostava de saber em que livro se pode encontrar essa citação? Muito obrigado.

    ResponderEliminar

 
© 2013. Design by Main-Blogger - Blogger Template and Blogging Stuff